Os projetos de iluminação em ambientes de trabalho são aliados diretos no desempenho das atividades e no conforto dos usuários, criando estímulos físicos e subjetivos através de sensações e emoções que são trabalhadas levando em conta: tipos de atividades, dimensão do ambiente, incidência da luz natural, intensidade necessária, materiais do entorno e momentos de iluminação criados.
     Como respaldo para um eficiente projeto luminotécnico, contamos com a normativa Européia EN 12.464 – Parte I – Iluminação de Ambientes de Trabalho Internos e a NBR 5413 da ABNT- Associação Brasileira de Normas Técnicas, que regulamenta a Iluminância de Interiores e estipula os valores de iluminâncias médias e mínimas para iluminação artificial de interiores.



 

ILUMINAÇÃO INDIRETA

     A iluminação principal deve atender a funcionalidade da eficiência energética dessa área de trabalho, sendo ela em salas de reunião, escritórios, bancadas de produção, etc. Focando principalmente em alta visibilidade e segurança, o que denominamos Luz de Razão: que utiliza a luz fria de cor branco-azulada, com lâmpadas de LED e fluorescentes, por serem mais econômicas e duráveis.


 

ILUMINAÇÃO DIRETA

     Já o setor social de trabalho, como as salas de espera, recepção e ambientes de convívio / integração, utilizamos a iluminação secundária, através da luz quente, de cor branco-amarelada, que chamamos de Luz de Emoção: com lâmpadas de Led e halógenas, criando uma atmosfera aconchegante.

 

ILUMINAÇÃO DE DESTAQUE

     Outro quesito importante, é a disposição dessas lâmpadas no ambiente, minimizando as áreas de sombra e ofuscamento, podendo também ser focada e direcionada para valorizar um objeto decorativo ou ainda um espaço que necessite de maior iluminação, como por exemplo, um espaço de leitura.

     As luminárias e arandelas compõem além da decoração um outro ponto focal na iluminação, além de ser uma ótima solução para iluminação noturna. Já o mais indicado para estações de trabalho seriam as luminárias pendentes, que direcionam a luz com maior intensidade na angulação necessária.



 

ILUMINAÇÃO FOCAL.

     Um projeto de iluminação bem elaborado otimiza os recursos de energia, tornando os ambientes de trabalho agradáveis e saudáveis aos seus usuários. Podendo também, utilizar sistemas tecnológicos como a automação, com sensores que regulam a energia interna de acordo com incidência solar durante todo o período do dia.

 

 

Aline Sossela

Arquiteta e Design de Interiores
CAU/BR 174489-5