O azulejo português é um marco na colonização do Brasil. Tanto na terra-mãe, Portugal, quanto por aqui, as pastilhas pintadas a mão viraram um patrimônio histórico. Uma grande característica desse tipo de azulejo é a combinação do branco e azul, com estampas, bem elaboradas e algumas com figuras que compõe quadros com a sua montagem.

Hoje em dia, o azulejo português vai além da função histórica, sendo usado como elemento decorativo no interior de casas e apartamentos. Outra opção, é buscar o padrão visual, através de papeis de paredes e adesivos, ao invés do próprio azulejo.

 

Onde pode ser aplicado?

 

Cozinha

Um dos cômodos mais comuns para a aplicação do azulejo português, é na cozinha. O seu padrão e cor combinam bem com o ambiente e podem servir como um detalhe diferente na decoração, sendo utilizado em uma faixa na parede atrás da pia, cobrindo o espaço entre o fogão e o exaustor e até na base de bancadas ou armários.

 

Banheiro

Assim como o ambiente anterior, o banheiro funciona bem com esse tipo de decoração porque, comumente, o azulejo já é uma norma para o décor do cômodo. Vale deixar uma parede inteira com azulejos portugueses, optar por uma faixa simples que roda todo o banheiro ou ir além de colocar esses ladrilhos no chão ao invés da parede.

 

Na pia

Ao invés de colocar uma cuba simples, deixe o banheiro mais charmoso com uma cuba feita com esse tipo de azulejo. A estampa pode cobrir toda essa parte da pia e deixar uma decoração comum com um detalhe divertido e elegante.

 

Hall de entrada

Uma tendência comum na decoração com azulejos é criar um ‘tapete’ de ladrilhos na entrada de casa (ou em qualquer lugar que você queira). A ideia é usar um padrão de azulejos que lembre um tapete – desse jeito,você consegue decorar a casa sem precisar se preocupar com os cuidados de um tapete de verdade, que junta poeira e, às vezes, pode causar tropeços.

 

Fonte: https://casa.abril.com.br